sábado, 27 de fevereiro de 2016

TEXTO 47/2016/ GAZAL DA SAUDADE


GAZAL DA SAUDADE

 

Meu  ser sente imensa saudade

De um tempo que vivíamos em cumplicidade.

 

Entre tantos predicados a destacar

Impressionava-me tua sincera amorosidade.

 

As atitudes no cotidiano vivido a seu lado

Proporcionavam-me  grande felicidade.

 

Aos meus afagos, carícias,beijos

Todo teu corpo revelava receptividade.

 

Observar-te em abandono

Era ver a imagem da formosidade.

 

O tempo manteve nosso sentimento

Que não denotava nenhuma ambiguidade.

 

 

Vivemos intensos momentos

Sem nenhuma culpabilidade.

 

Nosso romance foi tão vibrante

Que foi testemunhado pela sociedade.

 

 ISABEL C S VARGAS


27.02.2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário